sábado, 7 de junho de 2014

10 anos de Hot Fuss - Masterpost!


Toda história tem um começo - e a do The Killers é essa. Hoje, 7 de junho de 2014, o primeiro álbum da banda de Las Vegas comemora 10 anos,e nós da TKBR, é claro, não podíamos deixar de comemorar (até porque estamos em hiatus e morrendo de saudades, qualquer coisinha é motivo pra um festão!).
Vamos relembrar um pouco da era Hot Fuss?
 - A começar por esse infográfico incrível feito pela galera do Sweet Talk BR e pela Vic, que conta a história e os números do HF
- Acha que a banda sempre teve essa cara de rock'n'roll de papai? Nada disso. Olha a carinha dos nossos meninos lá nos 00's:


                                                                                                                                             






















- A primeira apresentação de grande expressão veio em 2004, em uma das tendas do Glastonbury:


- A partir daí, foram 5 indicações ao Grammy


- Ao todo, foram 4 singles, com 4 clipes (Mr Brightside e ATTTID têm 2 versões) 



( Parte 2; Parte 3)       


                                                      


- E milhares de corações conquistados <3


NME - 20 curiosidades sobre o clássico do The Killers

Mal dá para acreditar, mas nesse sábado (7 de junho), o “Hot Fuss” do The Killers completa seus dez anos. Parece que foi ontem que a banda estourou com “Somebody Told Me”. Mas, para comemorar, aí vão 20 curiosidades sobre o debut do Killers:
1 – Para começar, você sabia que “Mr. Brightside” foi a primeira música que eles escreveram juntos, logo no segundo ensaio?!
2 – Enquanto gravavam o álbum em Los Angeles, o vale onde ficava o estúdio sofreu vários desastres naturais. Incêndios na floresta enchiam as ruas e os carros com cinzas e, enquanto gravava a bateria para “Believe Me Natalie”, Ronnie Vannucci caiu da sua banqueta com um terremoto. Era um sinal do sucesso?!
3 – As queridinhas do público, “Jenny Was A Friend Of Mine” e “Midnight Show”, são duas partes de uma trilogia de assassinato, sendo “Leave The Bourbon On The Shelf” a última delas, presente na coletânea “Sawdust”. A banda tinha a ambição de fazer um filme da trilogia, estrelando James Spader como o assassino.
4 – O coral de “All These Things…” e “Andy You’re A Star” era o Sweet Inspirations, que já saiu em turnê com Elvis. Eles também gravaram com Jimi HendrixBee Gees e Dusty Springfield. Que responsa!
5 – Se dependesse do anúncio que o Killers fez para encontrar um guitarrista, “Hot Fuss” soaria bem diferente. “Procurando começar ou entrar numa banda? Influências: U2,PumpkinsOasis”, era o que eles pediam. Uma das respostas foi de um cara todo tatuado que listou todas as pessoas mortas de sua família. Okay, né?
6 – Já se perguntou quem ou o que é “The Genius Sex Poets”? O texto, que aparece na bateria durante o vídeo de “Mr. Brightside”, refere-se ao nome original da banda.
7 – Muitas das demos caseiras de “Hot Fuss” gravadas antes da banda ir para Berkeley foram cantadas por Brandon direto do closet de Dave. Mas vamos poupar vocês das piadinhas com sair do armário.
8 – O disco se manteve no top 40 por incríveis 179 semanas – perdendo só para as 211 doPink Floyd com “Dark Side of the Moon”.
9 – Durante o começo da banda, Ronnie Vannucci trabalhava como fotógrafo para aChapel of the Flowers tentando descolar uma grana extra, enquanto Brandon Flowerstrabalhava num hotel.
10 – Nos primeiros shows, Dave Keuning usava o “nome de guerra” Tavian Go. Você pode encontrá-lo por esse nome nos primeiros CDs demo da banda, mas em “Hot Fuss” já havia desistido.
11 – “The Ballad of Michael Valentine” aparece na edição deluxe de “Hot Fuss” e é sobre um jogador profissional, Rod Pardey Jr, antigo colega de banda de Ronnie Vannucci.
12 – A primeira bateria de Ronnie Vannucci – usada para compor algumas partes de “Hot Fuss” – foi um presente de seus pais, comprada de um viciado em heroína.
13 – Dizem eles que “Smile Like You Mean It” foi escrita em 8 minutos só.
14 – Antes de Ronnie Vannucci entrar para a banda, ele tocava na Daphne Major, que chegou a abrir alguns shows para o Killers em 2002.
15 – “Andy, You’re a Star” é sobre o rei do baile e atleta da escola de Brandon.
16 – “Glamorous Indie Rock & Roll” foi uma indireta bem direta para a cena indie meio esnobe que se concentrava perto do Café Espresso Roma, em Vegas, onde Dave eBrandon tocaram seu primeiro show juntos, mesmo com as olhadas tortas por serem uma “bandinha dos anos 80”.
17 – Muitos fãs acreditam que “Believe Me, Natalie” é sobre uma mulher com AIDs, já que ela parece tentar aceitar a doença, dizendo a si mesma “This is your last chance to find / A go-go dance to disco now”.
18 – Uma das grandes influências de Flowers para “Hot Fuss” foi Morrissey, que moldou sua fascinação por morte e assassinato.
19 – O vídeo de “Somebody Told Me” é uma homenagem ao New Order, uma das bandas favoritas do Killers. No vídeo do New Order para “Crystal”, uma banda fictícia chamada “The Killers” tocando em frente a um telão em LED com várias cores e imagens. E é daí que vem o nome da banda de Brandon Flowers.
20 – “Mr Brightside” é sobre um ex-namorada de Brandon que o traiu. “Todas as emoções nessa música são reais”, ele contou para a NME logo na época do lançamento. “Enquanto eu escrevia, ainda estava bastante machucado. Eu sou o Mr. Brightside! Mas acho que é por isso que a música fez tanto sucesso – porque é real.”


NME - Anatomia de um álbum


The Killers: Hot Fuss
Revisitando o álbum de estreia de sucesso mundial da banda de Las Vegas, que completa 10 anos essa semana.

O background:
Pouquíssimos álbuns que reúnem várias demos vendem 7 milhões de cópias mundialmente. No entanto, o álbum de estreia  do The Killers - gravado as pressas no apartamento em Vegas do Dave Keuning e um estúdio de demos em Berkeley  - fez exatamente isso, seu pop brilhante impulsionando uma das carreiras mais promissoras do rock do século XXI. Em 2003, no entanto, o The Killers era um rejeitado da cena musical em Vegas, misturando o eletrônico do The Rapture com um pouco do Britpop e dos favoritos de Flowers, U2, The Smiths e The Cure em pequenos clubes e bares, sendo recusados por todas as gravadoras dos EUA. Até que a britânica Lizard King Records colocou as mãos em uma demo de Mr Brightside, lançou-a como EP e causou uma tempestade nacional. De repente o The Killers se tornou a melhor banda britânica da américa.

A história por trás do encarte:
Dizem que os prédios fotografados na capa do Hot Fuss se localizam em uma fábrica de construção em Shanghai, na China. Os caracteres em neon vermelho no topo de cada prédio como "Desenvolvimento de materiais de construção".

"Escuto muita alegria nas músicas." Dave Keuning   
Cinco fatos:

1) Durante a gravação em LA, a região em que se localizava o estúdio foi atingida por vários desastres naturais. Queimadas cobriam as ruas com cinzas, e enquanto gravava a parte da bateria de Believe me Natalie, Ronnie Vannucci foi derrubado de sua banqueta por um terremoto. 

2) Jenny Was a Friend of Mine e Midnight Show são duas partes de uma trilogia, a Murder Trilogy, a terceira sendo Leave The Bourbon on the Shelf, que apareceu finalmente no Sawdust. A banda tinha esperanças de fazer um filme da trilogia, com James Spader como o assassino.

3) Várias das primeiras demos das músicas do Hot Fuss, gravadas antes da banda ir para Berkeley, foram cantadas por Brandon de dentro do armário do Dave, por causa da acústica. 

4) Glamorous Indie Rock and Roll é uma ironia para a esnobe cena indie que rolava em um ponto famoso de Vegas, chamado Café Espresso Roma, onde Dave e Brandon fizeram seu primeiro show juntos.

5) Mr Brightside foi a primeira música que Dave e Brandon escreveram juntos, logo no segundo ensaio. É a única música que foi tocada em todos os shows da banda desde então. 

Análise das letras:

"Andy you're a star in nobody's eyes but mine'' 
 Na oitava série, Brandon criou uma fixação em um atleta de sua escola, chamado Andy, que serviu de inspiração para boa parte do início de sua vida adulta. "As crianças mais atléticas, mais populares, são de alguma forma mais glorificadas, e isso me frustrava um pouco," diz ele.

"I've got soul, but I'm not a soldier''
Uma frase geralmente considerada sem sentido nenhum, na verdade se refere às dúvidas religiosas de Brandon frente a 'ser jogado aos cães' da vida do rock'n'roll. Ele não era um guerreiro moral para resistir às tentações do álcool, drogas e mulheres, mas seu espírito eterno estava no lugar certo.

"Somebody told me you had a boyfriend who looked like a girlfriend that I had in February of last year"
Inspirada pelo tempo que a banda passou na Trans, um clube travesti de Vegas.

O que nós dissemos na época:
"O The killers habita um mundo de pompa e sem noção, onde hermafroditas dançam em cassinos e namorados matam namoradas por causa de garrafas de bourbon - um rock de estádio de Baywatch Nights, com morais e gozadas" - Dan Martin, NME, 1 de Julho de 2004.

O que nós dizemos agora:
O que primeiro pareceu um flash agora mostra profundidade e significado; as raízes de um talento de arenas.

Fã famoso:
"É raro achar uma banda que não só tem a música mas também o compositor. Escuto The Killers e largo o telefone." Bono, 2004

Na palavra deles:
"Eu ainda amo. Hot Fuss é muito sentimental para mim. Ainda é um disco forte e eu escuto muito alegria nas músicas de quando nós estávamos gravando." Dave Keuning, na biografia a ser lançada, Days & Ages.

As consequências:
 Tendo causado impacto na tenda John Peel no Glastonbury de 2004, o álbum impulsionou o The Killers para número um em UK e na cena indie. Eles responderam mirando em um estilo Springsteen e crescendo bigodes estranhos. Depois, Wembley.

Os detalhes:
GRAVADO: 2002-2003 | DATA DE LANÇAMENTO: 7 de junho de 2004 | DURAÇÃO: 45:39 | GRAVADORA: Lizard King | PRODUTORES: The Killers, Jeff Saltzmen | ESTÚDIOS: Apartamento do Dave; The Hearse, Berkeley, California | MAIOR POSIÇÃO NAS LISTAS DE UK: 1 | VENDAS EM UK: 2 milhões | SINGLES: Mr Brightside, Somebody Told Me, All These Things That I've Done, Smile Like You Mean It | TRACKLIST: 1. Jenny Was a Friend of Mine 2. Mr Brightside 3.Smile Like You Mean It 4. Somebody Told Me 5. All These Things That I've Done 6. Andy, You're a Star 7. On Top 8. Glamorous Indie Rock and Roll 9. Believe Me Natalie  10. Midnight Show 11. Everything'll Be Alright


Fonte  



sexta-feira, 28 de março de 2014

Out Among The Stars



Brandon participou do mini filme da Blogotheque sobre o Johnny Cash, junto com o Local Natives

Playlist Vagalume

Related Posts with Thumbnails